Notícias


Teste NGAL amplia conhecimentos sobre disfunções renais

13 - 07 - 2013



A evolução das doenças renais depende diretamente de seu reconhecimento precoce e da instituição de medidas terapêuticas adequadas.

Diante das limitações dos testes de função renal tradicionalmente utilizados, é fundamental que marcadores mais precoces sejam pesquisados e testados em diferentes cenários clínicos.

Atendendo esta necessidade, o teste NGAL(Lipocaina associada a Gelatinase Neutrofilica), pode ser determinado a partir da coleta simples de urina.

NGAL é uma proteína da superfamília das lipocainas originalmente identificada em neutrófilos, mas também expressa em diversa outras células.Estudos indicam que ela participa da morfogênese renal e pode apresentar papel biológico protetor em órgãos maduros , surgindo precocemente após lesão renal isquêmica ou nefrotóxica.

A expressão de NGAL é induzida em células epiteliais lesadas, promovendo um aumento da resposta proliferativa e promovendo reepitelização tubular.Vários estudos sugerem a utilização da dosagem de NGAL na urina como marcador mais precoce de injúria renal aguda (IRA) que a creatinina.Além disso a NGAL vem sendo exaustivamente pesquisada em outras situações clínicas como doenças cardiovasculares, e evidências sugerem que ela possa exercer um papel importante na Doença Renal Crônica(DRC), sendo sua relação com a progressão da doença alvo de estudos recentes.

Fonte: Laboratório Hermes Pardini.